Artivismo – Projeto Boudoir

#artivismo #boudoir

Artivismo é o nome dado a ações sociais e políticas, produzidas por pessoas ou coletivos, que se valem de estratégias artísticas, estéticas ou simbólicas para amplificar, sensibilizar e problematizar, para a sociedade, causas e reivindicações sociais.

artivista encontra na arte um convite à participação, expressando através de inúmeras linguagens, como a arte de rua, o vídeo, a música, a performance e a intervenção, os seus pontos de vista e leituras sobre a vida e o mundo, problematizando sua realidade.

ARTIVISTA É O NOME DADO AO ARTISTA QUE FAZ DA ARTE A SUA FORMA DE ATIVISMO

Encontro que dá início a uma vasta programação relacionada ao Artivismo, ou seja, a produção artística que se origina do desejo de provocar ou explicitar uma causa, independente da sua natureza e também em ações sociais e políticas que se valem de estratégias artísticas, estéticas ou simbólicas.


Artivismo é um neologismo conceptual ainda de instável consensualidade quer no campo das ciências sociais, quer no campo das artes. Apela a ligações, tão clássicas como prolixas e polémicas entre arte e política, e estimula os destinos potenciais da arte enquanto ato de resistência e subversão. Pode ser encontrado em intervenções sociais e políticas, produzidas por pessoas ou coletivos, através de estratégias poéticas e performativas, como as que André de Castro tem vindo a prosseguir. A sua natureza estética e simbólica amplifica, sensibiliza, reflete e interroga temas e situações num dado contexto histórico e social, visando a mudança ou a resistência.

Artivismo consolida-se assim como causa e reivindicação social e simultaneamente como ruptura artística – nomeadamente, pela proposição de cenários, paisagens e ecologias alternativas de fruição, de participação e de criação artística.


O PROJETO BOUDOIR


Projeto Boudoir, dirigido pelo publicitário e cineasta Tiago Ferigoli, é ativismo em prol do empoderamento feminino, da igualdade de gêneros, pela liberdade de expressão, fulga de estereótipos e principalmente, pela educação.

Projeto Boudoir busca valorizar a beleza feminina através da fotografia e das artes plásticas, onde a nudez é voltada para a própria mulher, num processo de autoconhecimento e autoafirmação, sem a necessidade de padrões estéticos pré-estabelecidos. Um trabalho que pode ser analisado do ponto de vista da psicologia, uma vez que, caminha lado a lado com a autoestima, bem como com a sensualidade, algo intrínseco para todas as mulheres, no mundo todo.

projetoboudoir.com